BEM VINDO AO SITE COIMBRA DE MATTOS, LDA

"História de Lamego – Séc.XII”

“…as terras dos Mattos, um vasto domínio medieval, situavam-se nos confins da comarca de Lamego, além Douro e acima Corgo”.

AS NOSSAS VINHAS

Toda a área vitícola é cultivada segundo as normas de produção integrada.

TRADIÇÃO

O ramo Ayres de Mattos, originário e residente em Galafura há mais de sete gerações, é descendente do casal Francisco Ayres de Carvalho e Maria de Mattos, que aí residiu no século XVII e sempre se dedicou à vitivinicultura.

VITINICULTOR - ENGARRAFADOR

A família Coimbra de Mattos, tendo optado pelo engarrafamento e comercialização dos vinhos produzidos apenas com uvas das suas propriedades, constituiu em 1986 a Sociedade “Aida Coimbra Ayres de Mattos e Filhos, Lda.”, com o estatuto de “vitivinicultor-engarrafador”, com sede na Casa da Calçada, Rua da Calçada, Freguesia de Galafura, do Concelho de Peso da Régua.

O PROCESSO DE FABRICO DE VINHO

Na Região Demarcada do Douro tem 60 hectares de vinha, toda mecanizada, 50 na Freguesia de Galafura, Concelho de Peso da Régua e 10 na Freguesia de Guiães, Concelho de Vila Real.

Colheita

Durante o processo de produção do vinho, o enólogo têm de tomar uma série de decisões importantes e, provavelmente, a mais importante delas, é o momento certo de colher as uvas.

Fermentação

É durante a fermentação que toda a ‘mágia’ acontece. As leveduras  alimentam-se do açúcar natural presente no sumo das uvas e transformam-no  em álcool e dióxido de carbono.

Clarificação

Concluída a fermentação, o vinho é submetido a alguns processos onde são removidos componentes que podem deixá-lo turvo.

Engarrafamento

Após passar por todas as etapas descritas anteriormente, os vinhos são então engarrafados e deixados em repouso na vinícola, até estarem prontos para comercialização.

Newsletter